7 de dezembro de 2017

Alvaiázere | 19 dezembro | Workshop Plano de Negócios para Empreendedores

O Grupo Moneris em parceria com os Territórios Criativos, promove no próximo dia 19 de dezembro, a partir das 17h30, na Incubadora de Negócios Alvaiázere+, o Workshop "Plano de Negócios para Empreendedores."

Este workshop pretende reforçar a importância de cada componente do Plano de Negócios, uma das principais ferramentas de trabalho dos empreendedores, onde é estruturada a visão de negócio e onde são depositadas as expectativas para um financiamento ou para um parceiro de negócio, (e não apenas da componente económico-financeira), dando exemplos práticos.

A participação é gratuita, com lugares limitados.

Faça a sua inscrição AQUI 


6 de dezembro de 2017

Presidência do Conselho de Ministros Aprova o Programa Internacionanizar


"O Programa do XXI Governo Constitucional fixou como prioridades a inovação, a internacionalização e a atração de mais e melhor investimento (nacional e estrangeiro).

A mobilização dos agentes económicos portugueses é fundamental para atingir estes desideratos, contribuindo não apenas para a superação dos desafios decorrentes de uma maior integração no mercado global, mas também para o aproveitamento das oportunidades que os acordos de comércio bilaterais e multilaterais, e a inserção num bloco comercial como a União Europeia proporcionam à economia portuguesa."



D. Dinis Business School promove a 4ª edição do ciclo de aulas abertas

 De dezembro a abril, a D. Dinis Business School irá dinamizar a 4ª edição do Ciclo de Aulas Abertas no âmbito da Formação Executiva Mini-MBA.

A aula inaugural irá realizar-se no dia 13 de Dezembro pelas 18h00h no Ed. NERLEI, com o tema "Estratégia e Competitividade".


Rui Brogueira, CEO do grupo RESPOL SGPS e Jorge Santos, Presidente da NERLEI e Administrador da VIPEX serão os oradores desta aula aberta.

A participação é gratuita com inscrição obrigatória e pode ser feita aqui.

5 de dezembro de 2017

Penela | 7 dezembro | Fórum Económico e de Empreendedorismo Social

Realiza-se no próximo dia 7 de dezembro, no HIESE em Penela, o Fórum Económico e de Empreendedorismo Social. Pretende-se com este Fórum demonstrar a importância da inovação, da responsabilidade e empreendedorismo social para um desenvolvimento económico sustentável, dotando os empresários concelhios de uma visão de responsabilidade social e promoção da inovação, bem como, permitir aos alunos presentes conhecerem experiências empresariais inovadoras.

A participação é gratuita, mas com inscrição obrigatória AQUI

4 de dezembro de 2017

Sessão de Esclarecimento "Restabelecimento do Potencial Produtivo"


Realiza-se amanhã, dia 5 de dezembro, a partir das 14h30m no SerQ – Centro de Inovação e Competências da Floresta, na Zona Industrial da Sertã, uma sessão de esclarecimento sobre os procedimentos da Medida 6.2.2 - Restabelecimento do Potencial Produtivo, dinamizada por Técnicos da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro.

A sessão dirige-se a lesados com prejuízos agro-pecuários e visa divulgar os mecanismos existentes para apresentação de candidaturas a apoios relativamente aos referidos prejuízos originados pelos incêndios de julho, agosto, setembro e outubro.

24 de novembro de 2017

Covilhã | Workshops "Crie o seu negócio em 5 passos" | Dezembro

No âmbito do projeto APREENDER 3.0 estão agendados diversos Workshops de Capacitação “Crie o seu negócio em 5 passos”, na cidade da Covilhã.

Os workshops iniciam a 5 de dezembro e terminam a 12 de dezembro, no CFIUTE – Centro de Formação Interação UBI Tecido Empresarial. Têm como objetivo sensibilizar potenciais empreendedores para os fatores essenciais e passos relevantes subjacentes ao processo empreendedor, desde a fase da validação da ideia até à definição do Business Plan.

O programa é definido em sessões de workshops com 5 temas diferentes que replicam de forma sintética, fases essenciais da constituição de empresas, e que refletem passos necessários para que futuros empreendedores consolidem informação para incrementar o seu espírito empresarial e encarar com maior possibilidade de sucesso a criação do seu negócio.

O programa é composto por um ciclo sequencial de 5 workshops temáticos de 6 horas cada sobre:
  1. Atitude empreendedora.
  2. Da ideia ao negócio: onde estão os clientes, negócio(s) potenciais, parceiros de negócio, recursos chave.
  3. Materialização do negócio: proposta de valor, relacionamento com o cliente, segmentação do mercado, canais de distribuição
  4. Investimento e fontes de financiamento: parcerias de negócio, fontes de financiamento, retorno do investimento: estrutura de custos e proveitos.
  5. O plano de negócios: uma estrutura base

Participação gratuita mas com inscrição obrigatória. Inscreva-se AQUI


23 de novembro de 2017

3ª Edição do Concurso "Moovideias" | Candidaturas Abertas


Decorre até dia 28 de novembro, o período de candidatura à 3.ª Edição do Concurso de Ideias de
Negócio “Moovideias”. Concurso de ideias que se encontra associado a um programa de aceleração, a realizar-se na Sertã e com início previsto para dezembro, dinamizado pela Pinhal Maior.

O objetivo será selecionar cerca de 25 projetos para integrarem um programa composto por 5 sessões dedicadas aos seguintes temas: Atitude empreendedora; Modelo de negócio; Validação do modelo de negócio – MPV; Relação com o cliente e a preparação para o investimento; e Plano de negócios e Pitch final.

Esta iniciativa insere-se no projeto “Médio Tejo – Vive o Empreendedorismo” e é desenvolvida através do Programa Operacional Regional do Centro (Centro 2020), no âmbito do SIAC – Sistema de Apoio a Ações Coletivas, cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER)

Para submeter ideias de negócio e obter mais informações consulte: www.pinhalmaior.pt


 

22 de novembro de 2017

Financiar o Mar - Sessão de Esclarecimento | 07 dezembro | Figueira da Foz

O Ministério do Mar, em parceria com o Fórum Oceano promove no próximo dia 7 de dezembro, pelas 15h00, no Parque Industrial & Empresarial da Figueira da Foz - Incubadora de Empresas, uma sessão de esclarecimento para apresentação dos instrumentos disponíveis para apoio à Economia do Mar, nomeadamente Fundo Azul, os EEA Grants e o programa Mar 2020.


PROGRAMA  (versão preliminar)

15h00 – Sessão de Abertura

15h10 – EEA Grants: Ponto de Situação (Direção Geral de Politica do Mar)

15h15 – Fundo Azul: Oportunidades de Financiamento (Direção Geral de Politica do Mar)

15h30 – Sessão de Q&A sobre Fundo Azul

15h45 – Mar 2020: Oportunidades de Financiamento (Gestão do Mar 2020)

16h00 – Sessão de Q&A sobre o Mar 2020

16h15 – Fim de sessão de esclarecimento


A entrada é livre e não necessita de inscrição. 

21 de novembro de 2017

1ª Conferência do Fórum Permanente para as Competências Digitais | Coimbra | 6 dezembro

Realiza-se dia 6 de dezembro, no Convento de S. Francisco em Coimbra, a 1ª Conferência do Fórum Permanente para as Competências Digitais, tem como objetivo dinamizar e articular um leque alargado de atores sociais e garantir uma ampla mobilização para a Iniciativa Nacional Competências Digitais e.2030 | Portugal INCoDe.2030.

Na 1ª Conferência do Fórum Permanente para as Competências Digitais serão apresentados os Projetos Bandeira para cada um dos Eixos da INCoDe.2030: Inclusão, Educação, Qualificação, Especialização e Investigação.

Para mais informações clique AQUI



20 de novembro de 2017

Candidaturas 2ª Edição do Programa "Empreende Já"

Terminam a 30 de novembro as candidaturas à 2ª edição do Programa “Empreende Já”, programa promovido pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ), e que está integrado no Plano Nacional de Implementação de uma Garantia para a Juventude, cofinanciado pelo POISE - Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, no âmbito do eixo prioritário 2 - Iniciativa Emprego Jovem.

Destina-se a apoiar a criação e o desenvolvimento de empresas e de entidades da economia social, assim como a criação de postos de trabalho, por jovens com idades compreendidas entre os 18 e os 29 anos que não trabalham, não estudam e não se encontram em formação.

As candidaturas  deverão ser efetuadas online, em https://eja.juventude.gov.pt   local onde poderá consultar toda a informação sobre o programa.





17 de novembro de 2017

Sessão de Capacitação RIS3 Centro | 23 de novembro | Coimbra

Organizada por um grupo de Clusters de Competitividade em parceria com a CCDRC - Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro - e a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, contando ainda com a parceria do Instituto Pedro Nunes, realiza-se no próximo dia 23 de novembro, no Auditório Aceleradora do IPN em Coimbra, a Sessão de Capacitação na RIS3 da região Centro (Estratégia de Investigação e Inovação para uma Especialização Inteligente).

A inscrição é gratuita mas obrigatória AQUI

14 de novembro de 2017

Decreto-lei n.º 141/2017 | Novos apoios para empresas afetadas pelos incêndios de 15 outubro


Foi publicado hoje em Diário da Republica nº 219/2017, Série I, o Decreto-Lei 141/2017 que aprova várias medidas de apoio temporário destinadas aos contribuintes com domicílio fiscal, sede ou estabelecimento nos concelhos afetados pelos incêndios de 15 de outubro

Veja também o Decreto-Lei n.º 142/2017 – Diário da República n.º 219/2017, Série I de 2017-11-14 que aprova o Programa de Apoio à Reconstrução de Habitação Permanente


13 de novembro de 2017

GREEN KEY 2018: candidaturas abertas até 31 de janeiro

As candidaturas ao galardão internacional Green Key 2018 encontram-se abertas até 31 de janeiro

Promovido pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), Green Key é um galardão internacional presente em 56 países, com 2600 estabelecimentos premiados, constituindo-se como um programa ambiental, voluntário, independente, não-governamental e sem fins lucrativos que integra estabelecimentos que valorizam a Gestão Ambiental e promovem a Educação Ambiental para a Sustentabilidade.

As candidaturas estão abertas para Empreendimentos Turísticos, Parques de Campismo, Alojamento Local e Restaurantes.

Os estabelecimentos interessados em inscrever-se no programa devem formalizar as suas candidaturas na plataforma online da ABAE, na área reservada a profissionais: Plataforma de Candidaturas.

Para mais informação e candidaturas: ABAE.

9 de novembro de 2017

29º Congresso Nacional da Hotelaria | Coimbra

A Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) realiza o seu 29.º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo, de 15 a 17 de novembro no Convento de S. Francisco em Coimbra, sob o lema “Descobriram Portugal… E Agora?!”
É objetivo do Congresso discutir questões tais como: 
Como crescer sem perder a identidade?
Como divulgar outros destinos em Portugal e distribuir no território as oportunidades que o Turismo traz? 
Como gerir as infraestruturas aeroportuárias no quadro atual e perante o crescimento?
Que novas tendências se perspetivam, do alojamento às tecnologias e à gestão de pessoas?

Mais informação em www.congressoahp.pt


7 de novembro de 2017

Alteração ao Programa Valorizar


Foi publicado hoje o Despacho Normativo n.º 19/2017 que determina a Alteração ao Programa Valorizar.

Perante a gravidade da situação dos incêndios entretanto ocorridos em outubro de 2017, entendeu-se necessário adotar medidas excecionais destinadas a promover a recuperação dos territórios atingidos, nomeadamente, no que ao Turismo respeita, através do reforço do orçamento alocado ao Programa Valorizar, assim como do alargamento do prazo para apresentação de candidaturas e da elegibilidade dos projetos suscetíveis de apoio no âmbito do modelo excecional de apoio aos concelhos afetados pelos incêndios aprovado pelo referido Despacho Normativo n.º 9/2017, de 20 de outubro de 2016, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 208, de 28 de outubro de 2016.

Entre as alterações introduzidas incluem-se:

- Aumento da dotação orçamental do Programa Valorizar para 60 milhões de euros; 

- Alargamento do âmbito da Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior a projectos de recuperação de activos de empresas do turismo atingidos pelos incêndios, incluindo a reparação de danos nas instalações e a substituição de equipamentos danificados, a criação de zonas de protecção das aldeias contra potenciais incêndios ou a realização de eventos susceptíveis de promover os concelhos atingidos e de atrair turistas aos territórios atingidos pelos incêndios;

- Alargamento do prazo de apresentação de candidaturas até 30 de junho de 2018.

Candidaturas ao Sistema de Apoio à Reposição abertas

As empresas de regiões afetadas pelos incêndios podem concorrer a apoios a partir de ontem, na sequência da publicação em Diário da República do Decreto-Lei n.º 135-B/2017 que aprova o ‘Sistema de Apoio à Reposição da Competitividade e Capacidades Produtivas’, e da abertura de aviso e disponibilização do formulário de candidatura (Programa REPOR), com o objetivo de recuperação dos ativos empresariais afetados pelos incêndios nas regiões Centro e Norte.

Assim, as empresas das regiões afetadas pelos incêndios de meados de outubro podem concorrer, a partir de ontem, ao programa criado pelo Governo visando a sua recuperação e orçado em 100 milhões de euros, com apoios não reembolsáveis.

As candidaturas deverão ser apresentadas através do Balcão 2020.

24 de outubro de 2017

Nova Linha de Apoio à Sustentabilidade disponibilizada


Foi hoje publicado o Despacho Normativo que consagra a criação da Linha de Apoio à Sustentabilidade, que tem por objeto o apoio a iniciativas e a projetos que promovam a sustentabilidade social e ambiental no turismo, em linha com os objetivos traçados nestes domínios pela estratégia para o Turismo 2027​. São suscetíveis de enquadramento na presente linha de apoio as seguintes iniciativas e projetos:

a) Iniciativas e projetos que contribuam para promover um maior e melhor integração entre os residentes e os turistas, melhorar a qualidade de vida dos residentes e promover uma maior retenção de valor para a comunidade em resultado da atividade turística, nomeadamente nas áreas da inovação social, da higiene urbana, da mobilidade, da acessibilidade, da sinalética, da diminuição do ruído, da qualidade do ar, privilegiando intervenções que garantam a valorização e uso eficiente dos recursos;

b) Iniciativas e projetos que visem a dinamização económica dos espaços urbanos, através do apoio à valorização, requalificação e inovação do comércio de proximidade e dos mercados, incluindo a qualificação dos recursos humanos;

c) Promoção do consumo de produtos locais por parte dos visitantes;

d) Projetos e ações de educação/sensibilização ambiental e social no turismo, numa ótica colaborativa, visando, designadamente, a proteção do património natural e histórico e cultural;

e) Iniciativas e projetos que fomentam a valorização dos territórios e das comunidades nas suas várias dimensões, permitindo, a valorização da identidade do País, das comunidades locais e que facilitem o diálogo intergeracional.

Pode consultar o regulamento desta nova linha de apoio neste link.

23 de outubro de 2017

Apoios aos Cidadãos e Empresas Afetadas | Incêndios de 16 de Outubro de 2017

Os Ministros do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, e da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos, anunciaram um conjunto de novas medidas com o objetivo de apoiar os cidadãos e as empresas afetadas pelos incêndios de 16 de outubro.

A decisão, que saiu da reunião do Conselho de Ministros Extraordinário, que se realizou na Residência Oficial do Primeiro-Ministro, totaliza um valor perto dos 400 milhões de euros.

Florestas e agricultura

35 milhões destinam-se aos setores florestal e agrícola. Capoulas Santos, anunciou que na área florestal, vão ser criadas duas linhas de crédito, uma de cinco milhões de euros para a instalação de parques para depósito da madeira ardida, e outra de três milhões de euros para a comercialização da madeira ardida a preços considerados razoáveis.

No setor agrícola, as medidas que vão ser adotadas de imediato são de apoio à alimentação dos animais, que se estimam em meio milhão de ovinos e de mais de 100 mil bovinos, sendo criadas cinco plataformas logísticas para a entrega de elementos compostos para animais encomendados pelo Governo à indústria de rações portuguesa.

O Governo vai ainda apoiar em 100% os prejuízos até cinco mil euros dos pequenos agricultores e, «acima desse valor, 50% a fundo perdido em tudo o que tenha a ver com perda de máquinas, equipamentos, instalações, estábulos, motores e culturas permanentes como vinhas, pomares e olivais», disse Capoulas Santos.

Casas e empresas  

30 milhões vão ser canalizados para a recuperação ou reconstrução de habitações afetadas pelos incêndios (que serão cerca de 500) e outros 100 milhões servirão para apoio às 300 empresas destruídas afetadas e para manutenção de postos de trabalho nas regiões em causa.

O Ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, afirmou que “adicionalmente, o Governo decidiu estruturar uma linha de crédito de outros 100 milhões de euros para apoio à tesouraria das empresas, complementando assim a parte dos investimentos a realizar em relação à componente não coberta pelo anterior programa de apoios a fundo perdido”.

“Tal como nas habitações, tudo isto se fará sempre no pressuposto de que primeiro entram os seguros das empresas para a recuperação da sua atividade”, disse.

O Governo decidiu ainda criar um novo sistema de incentivos ao investimento nas regiões afetadas pelos incêndios, que envolverá «50 milhões de euros de fundos comunitários, que permitirão apoiar 100 milhões de euros de novos investimentos», medida será complementada por um sistema de crédito fiscal ao investimento.

Salários  
O Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, anunciou que o Governo aprovou uma medida temporária de apoio ao pagamento de salários de trabalhadores com emprego em risco em consequência de a atividade económica da região se encontrar parcial ou totalmente paralisada devido aos incêndios.

A medida, que poderá atingir os 13 milhões de euros, terá um período de três meses, eventualmente prorrogável. Vieira da Silva frisou que esta medida de apoio ao emprego será extensível aos casos de postos de trabalho em risco resultantes dos incêndios de junho passado em Pedrógão Grande.

AddThis